A nova Alice 157 anos depois da criação de Lewis Carrol encontra-se num novo país das Maravilhas.
É o da era digital, e, que passa a chamar-se sítio fixe.
A Alice do século 21 não passa sem teclar, sem Googlar, sem WhatsApp, nem redes sociais.
e… Certo, ela volta a encontrar-se com todos os personagens adorados por várias gerações, como seja o chapeleiro louco, o Coelho Branco, a Rainha de Copas.
Um musical concebido para uma Alice dos dias atuais, com um elenco inteiramente infantil que se forma em teatro musical nos cursos do centro de formação Casa do Artista.
Esta é uma viagem empolgante numa adaptação de grande qualidade e elogiada e premiada pelo seu humor, pelo estilo moderno e que muito encanta em qualquer idade.

Deixe uma resposta